AMPLIE SEUS NEGÓCIOS
Infiltrações em paredes: Cuidados e dicas para acabar com esse tipo de problema

É difícil encontrar uma casa cujas paredes não sofram com infiltrações e umidade.

 

Se na sua casa esse é um problema bastante recorrente, e você já não sabe mais o que fazer, não deixe de conferir esse texto que preparamos com algumas dicas e cuidados sobre como acabar com infiltrações em paredes.

 

Vamos lá?

 

1 – Umidade que vem de baixo e sobe pela parede

 

Geralmente, esse tipo de umidade acontece quando o terreno é bastante úmido, dessa forma, a umidade acaba se acumulando e é retida pela base da residência.

 

Ela se manifesta através das manchas de bolor na parede, bem como de áreas de tinta estufadas.

 

Para solucionar esse tipo de infiltração em paredes, é preciso retirar uma parte da faixa afetada da parede, isso acima da mancha.

 

Depois, é necessário fazer furos nos tijolos e injetar um produto que tenha como base silicatos.

 

Essa substância age nos poros dos tijolos, enrijecendo-os. Depois que essa mistura estiver seca, o recomendado é refazer o processo utilizando um produto impermeabilizante.

 

Para prevenir, basta fazer uso da manta asfáltica ou da argamassa como uma espécie de impermeabilizante, aplicando o produto em toda a superfície do alicerce.

 

O mesmo serve para as residências de alvenaria.

 

2 – Umidade que vem de cima e desce pela parede

 

Geralmente essas infiltrações de parede surgem após episódios de fortes chuvas, quando o telhado trinca e a água encontra nas rachaduras uma fresta para adentrar a residência.

 

Para solucionar esse problema é preciso fazer uma inspeção de todas as telhas, identificar as que estão danificadas e substituir por telhas em boas condições.

 

Muitas vezes esse é um processo um tanto quanto complicado porque as rachaduras costumam ser muito pequenas, nesses casos, o recomendado é trocar todas as telhas de uma grande área onde se suspeita que esteja ocorrendo a infiltração.

 

Para prevenir esse tipo de infiltração, diferentemente do anterior, não se faz necessário o processo de impermeabilização.

 

 

Basta apenas seguir o caimento natural das telhas e garantir que elas sejam bem instaladas.

 

3 – Infiltrações em paredes notadas após período de reformas

 

Acontece em decorrência de serviços mal executados, como a mistura entre materiais velhos e novos, por exemplo.

 

Dessa forma, no intuito de economizar, acaba-se gastando ainda mais com as infiltrações.

 

Para solucionar esse problema é possível calafetar os vãos existentes com silicone, mas é preciso estar atento, pois esse processo irá apenas amenizar o problema, não sendo uma medida a longo prazo.

 

O ideal para esses casos é refazer toda a parte da parede que estiver afetada, adicionando impermeabilizante na argamassa.

 

Já no que diz respeito à prevenção, a dica da calafetação com silicone também é válida.

 

4 – Infiltração em paredes pela água da piscina

 

Acontece em virtude da má impermeabilização de piscinas, ou até mesmo do desgaste pelo decorrer do tempo da mesma.

 

Uma boa solução é garantir que o deck que cerca a piscina esteja devidamente impermeabilizado, pois isso impedirá a água de passar pelos azulejos.

 

Para isso, será necessário fazer a retirada de alguns azulejos do revestimento da piscina, aplicar a solução que contém manta asfáltica, tinta espessa e primer, e colocar os azulejos novamente.

 

Fonte: https://www.institutodaconstrucao.com.br/blog/infiltracoes-em-paredes-cuidados-e-dicas/